29 Set
2014
Coluna da CĂ©lia Villela
 PINTURAS DA TERRA DOS ARAÇAS- PÁSSAROS DE LORI BNEZ
@@@ Valorizar artistas locais é muito importante para preservar a cultura de cada lugar, sua história e talentos da terra.

@@@ A arquiteta, empresária e decoradora, de super-bom gosto, Gilda Arantes, cedeu o espaço de sua linda loja, Abitare Casa, para exposição do artista araçatubense Lori Benez. Os trabalhos são desenhados e pintados a lápis. Lori Benez adora pintar pássaros. Capta suas cores tropicais transportando com naturalidade e realismo para as aves de suas telas. Aos cliques...
Fotos Blog Célia Villela

 O artista rural Lori Benez com Gilda Arantes e sua filha, Elaine Benez, organizadora da exposição "Pássaros", que também impressiona pela beleza com que ele trabalha as cores
 Revoada de pássaros coloridos
 Lilica Menezes Almeida encantada com esta ave verde
 Gostaram? Ador pássaros coloridos! Obrigada pela visita!

Compartilhe
0 Comentário (s)

18 Set
2014
Coluna da CĂ©lia Villela
ENTREVISTA EXCLUSIVA COM A MAESTRINA DO NEW CITY BALLET, CLOTILDE OTRANTO
Foto Célia Villela - Tirada no The River Café NY

@@@ Sua carreira tem uma história comovente. A maestrina brasileira, do New York City Ballet, Clotilde Otranto, que conheci recentemente em uma festa no The River Café, em Nova York, concedeu entrevista em clima de bate-papo em meio a uma festa.
Tive a sensação de que a conhecia há muitos anos, tal sua descontração e simpatia. Foi uma honra entrevistar esta estrela do NYC Ballet, convenhamos!

TRAJETÓRIA
@@@ Aos cinco anos de idade Clotilde Otranto começou estudar ballet e piano, mas na adolescência foi diagnosticada com artrite reumatóide. O piano continuou até os 21 anos. Depois resolveu se dedicar à regência, afinal a música sempre esteve na sua alma, como não conseguia mais ser bailarina, foi ser maestrina.

REGENTE DA MAIOR COMPANHIA DE BALLET DO MUNDO
@@@ Clotilde vive e respira regência e ballet o tempo todo. “Trabalho muito, mal tenho tempo de tomar um cafezinho”, disse com vitalidade típica das pessoas que amam o que fazem. “Como se sente após reger?” Clô, como é chamada pelos amigos, respondeu com brilho nos olhos: “Me sinto revitalizada, gratificada”.

@@@ A maestrina mora em um prédio em frente ao Lincoln Center, onde rege a maior companhia de ballet do mundo, e administra muitos egos (cem bailarinos), segundo ela. É um orgulho para nós brasileiros ter esta maestrina brilhando em NY.
@@@ Clô faz questão de afirmar que, apesar de morar nos EUA há 27 anos, adora ser paulistana, mackensista, e que um dia deseja reger no Brasil.
Ah! Ia me esquecendo. Clô adora doces! “Sou gulosa por doces!” Obrigada Clotilde Otranto pela honra desta entrevista, ou melhor deste bate-papo no The River Café. 



Compartilhe
0 Comentário (s)

12 Mai
2014
Entrevista com Guga Chacra
Por Célia Villela
Guga Chacra, jornalista internacional, concede entrevista exclusiva para o Blog Célia Villela. Fala sobre o livro "Los Hermanos", e um pouco de sua vida de comentarista e repórter. Vamos ler?
Hoje o blog posta uma entrevista com o jornalista Guga Chacra, correspondente do Estado de S. Paulo em Nova York, e festejado comentarista do programa Globo News em Pauta, que lança livro, Los Hermanos, na Livraria da Vila, da Lorena, em São Paulo.  A obra é em co-autoria com o jornalista Ariel Palacios, correspondente do Estado de S. Paulo em Buenos Aires, a quem  tive a honra de entrevistar, no Café La Biela, na capital portenha. Guga Chacra conversou com o blog sobre o livro. Vamos lá?

Como surgiu a ideia do livro?
Guga Chacra- O Ariel escreveu, no ano passado, um livro sobre os argentinos que foi um sucesso. A editora Contexto, com a Copa do Mundo, avaliou que seria uma boa ideia escrever um livro sobre futebol. E nós dois sempre quisemos escrever sobre o tema

Por que a co-autoria com Ariel Palacios?
O Ariel é a marca da “Argentina” na imprensa do Brasil, com seus artigos no Estadão e comentários na Globo News. Eu sempre segui bastante o futebol argentino. Para completar, nós dois somos muito amigos e achamos que um contribuiria bastante com o outro.

Por que o título Los Hermanos?
Na verdade, não fui eu quem deu o nome. Mas veio da expressão usada no Brasil para se referir aos argentinos

Como foi o processo de escrever em quatro mãos?
Dividimos os capítulos. Quando terminávamos, enviávamos para o outro complementar com informações. Também debatíamos muitas questões por Skype

O livro fala muito de futebol?
Sim, do futebol argentino, comparando-o com o brasileiro. Também tem um pouco da história e curiosidades do país (vale ler a introdução)

Qual é seu time de futebol?
Palmeiras em SP. Na Argentina, frequentava mais a Bombonera para ver o Boca, mas simpatizo com o Racing

Qual é sua opinião sobre a Copa no Brasil?
O Brasil deve ser o campeão, em minha opinião. Se não for, tenho certeza de que será um dos grandes, como Alemanha, Argentina, Espanha ou Itália. Difícil imaginar uma zebra. Fora estes, no máximo uma França ou Holanda. Mas Copa tem detalhes. Se o paraguaio Cardozo tivesse feito gol de pênalti contra a Espanha em 2010, a história teria sido diferente. Assim como a falta do Branco em 1994 e a performance sobrenatural do Paolo Rossi contra o Brasil em 1982

Este é seu segundo livro, pretende seguir na literatura?
O primeiro livro “Fazendo as Malas” foi escrito com outras 14 pessoas. Cada uma contou a sua experiência de morar fora. Era diferente deste. Agora, contamos um pouco da história e curiosidades do futebol argentino e, de certa forma, da própria Argentina. Não sou escritor e nenhum dos dois livros pode ser considerado literatura.

Mas seu estilo de escrever para o impresso e no blog é literário. Vai escrever outros?
No futuro pretendo escrever outros livros sobre temas como Oriente Médio, mas não tenho planos e nem talento para escrever um romance

Aproveitando a oportunidade, você é muito querido pelos telespectadores do Globo News em Pauta. O que você acha? Risos...
Gosto bastante de comentar na TV. Isso aumenta muito a nossa proximidade com as pessoas. Diferentemente de um jornal, onde o que interessa é o conteúdo apenas, na TV vale também nossa personalidade, nosso jeito

O que mais o realiza como jornalista?
O que mais me realizou como jornalista foi, sem dúvida, a cobertura do terremoto no Haiti e a entrevista com o presidente da Síria, Bashar al Assad. Era nos meus tempos de repórter. Agora, como comentarista, é quase outra profissão
 
Lançamento: Dia 14 de maio. Local: Livraria da Vila da Alameda Lorena, Jardins, São Paulo. horário: 18h30

Compartilhe
3 Comentário (s)

24 Abr
2014
Coluna da CĂ©lia Villela
SOBRE A ALEGRIA!!
Isso sim, a gente encontra aqui no blog! Só alegria, festas, gente bonita, viagens lindas!!! O resto é só de passagem pra gente refletir um pouquinho, né!! 
O Blog selecionou algumas frases bacanas sobre alegria pra vocês. Vamos ver?

Ser feliz sem motivo é a mais autêntica forma de felicidade.
Carlos Drummond de Andrade

Não existe um caminho para a felicidade. A felicidade é o caminho.
Mahatma Gandhi

As pessoas felizes lembram o passado com gratidão, alegram-se com o presente e encaram o futuro sem medo.
Epicuro


Compartilhe
2 Comentário (s)

23 Abr
2014
Coluna da CĂ©lia Villela
AUTÓGRAFOS DE DIB CARNEIRO NETO
Aquele que sempre será meu editor de cultura preferido (mesmo não estando mais no Estado de S. Paulo, onde trabalhou durante 20 anos), meu conterrâneo de Rio Preto, e meu patrício, Dib Carneiro Neto, lança esta noite mais um livro com o título “Já Somos Grandes”, na livraria da Villa, da Lorena, em Sampa. Imperdível hein! Ótima oportunidade para conhecer Dib pessoalmente, rir e bater papo com o autor.

Aliás, esse meu patrício inteligentíssimo, com o perdão da modéstia, característica da raça, risos... é neto da dona Saide Buchidid, que era muito amiga da minha mãe, e da Violeta Zarzur Bassit. Que Deus as tenha! Eram mulheres libanesas de personalidades fortíssimas e suuuuuuuuuuper divertidas! Engraçadas mesmo! Que trio memorável! Bem, vamos à obra?  Digo, do Dib...
 
Vejam só o Dib Carneiro Neto, transmite inteligência e vivacidade! Simpatia! Filho da Adma Buchidid, neto da Saide, nem poderia se diferente! Risos...
Gente eu tô brincando, mas o assunto é sério... Querem saber mais? Vem...

LIVROS DE DIB CARNEIRO NETO
“Já Somos Grandes” aborda o teatro infantil numa coletânea de críticas, entrevistas, artigos e debates escritos pelo jornalista e dramaturgo na sua época do Estadão. Dib Carneiro de inteligência vivaz é formado pela ECA/USP, mas suas inspirações literárias, claro, despertam da alma, da mente e do coração.

Dib também é autor de: Pecinha é a Vovozinha, A Hortelã e a Folha de Uva, “com receitas da vó Saide de culinária libanesa e histórias que vivi com as duas avós libanesas, Sara e Saide”, comenta Dib com o blog.
Ele ainda é autor dos livros de teatro: Adivinhe quem Vem para Rezar, Salmo 91, Crônica da Casa Assassinada e Depois Daquela Viagem.


MEMÓRIAS PITORESCAS DE MAURICIO E SAIDE... HAHAHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAH.........

E já que o assunto é Dib, me lembrei de um fato, que conto aqui no blog pra vocês. A vó Saide do Dib era terrível, no bom sentido. Só quem conheceu dona Said (Buchidid) sabe de quem estou falando! Risos... Certa vez dona Said colocou o Mauricio, meu marido, na maior fria! Quando ele estudava medicina em Rio Preto, morou com dona Saide, e namorava a filha da Malvina Jorge, outra patrícia. Não é que chegou uma tal de Rita, namorada de fora do Mauricio, e dona Saide ligou na casa da Malvina, mãe da Margarete, a namorada patrícia de Rio Preto, e disse, com sotaque árabe: “ Malvina, diga ‘bra’ Mauricio voltar agora!!! A namorada dele acabou de chegar”. Gargalhadas é pouco!!! Imaginem a situação que o Mauricio ficou!! Essa dona Saide!! Nem quero imaginar o quiprocó que foi...


Compartilhe
1 Comentário (s)

Primeira | Anterior | Próxima | Última
Total: 25 Itens

Célia Chacra Villela é jornalista, construiu sua carreira na Folha da Região (Araçatuba-SP), onde assinou durante muitos anos respeitável coluna social, crônicas, biografias e narrativas de viagens.  Webjornalista e Digital Influencer no Blog Célia Villela.. 
Pós-graduada em Comunicação Empresarial, membro da Academia Araçatubense de Letras, autora do livro de crônicas, "Cá Entre Nós"
 

 

© 2013 Blog da Célia Villela - Todos os Direitos Reservados. O conteúdo deste site não pode ser reproduzido, distribuído, transmitido, ou usado, exceto com a permissão prévia da jornalista Célia Villela.